terça-feira, 31 de julho de 2012

I'm back!!!!

Já há algum tempo que não passava por aqui, não, não estive de férias, essas ainda estão para vir. Falta de inspiração, falta de tempo e muito cansaço, foram a causa da minha ausência. Então é assim, nestes últimos tempos fui conhecer o Piódão, fui a Guimarães, tive um jantar fabulástico com 2 amigas do coração, fui ao IKEA, comprei os livros para ler nestas férias e preguicei muito!Brevemente colocarei aqui algumas fotos que relatam estas experiências.

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Solidariedade...

PASSEM A PALAVRA P/ vossos contactos: O presidente do Turismo do Algarve, António Pina, apela à colaboração na oferta de bens alimentares e bebidas engarrafadas destinadas às corporações de bombeiros que desde quarta-feira combatem o grande incêndio que deflagrou em Catraia, na freguesia serrana de Cachopo (Tavira). Os alimentos e bebidas engarrafadas ou empacotadas – nomeadamente fruta, sandes, bolos, sumos, leite e água – poderão ser entregues até às 17h00 desta sexta-feira nos postos de informação turística de Faro, São Brás de Alportel, Olhão, Tavira e Montegordo, de onde serão recolhidos para serem entregues no quartel dos bombeiros municipais de Tavira. Em alternativa, os donativos poderão ser entregues diretamente nos bombeiros. Solidários com os soldados da paz que há mais de 48 horas combatem os fogos na serra do Caldeirão, os funcionários e dirigentes da Entidade Regional de Turismo do Algarve e Associação Turismo do Algarve estão igualmente a organizar entre si uma recolha de géneros alimentares e bebidas que serão hoje oferecidos a todos os que integram os grupos de operações no terreno. «Segundo as últimas informações disponíveis, o fogo tem ainda três frentes ativas e progrediu com grande intensidade desde quarta-feira. Esta é uma maneira de ajudarmos quem está na linha da frente de combate ao incêndio, a quem estamos profundamente agradecidos, mas não podemos esquecer também todas as pessoas afetadas (já foram evacuadas mais de 100 por precaução) com esta calamidade: estamos solidários com todas elas. Esperamos sinceramente que o fogo seja extinto o mais depressa possível», afirma António Pina.

Destralhamento...

Desde que descobri o blog da Rita, que tenho vindo a interessar-me cada vez mais pelo minimalismo como modo de vida. Foi numa pesquisa sobre este assunto que descobri este texto que achei tão engraçado que decidi partilhar convosco. Como o texto é gigante só vou colocar o link e um excerto do mesmo. “Antes de dar uma benzida na casa, deixa eu te dar um abraço que preste!” e ela me apertou. Na matemática de dona Francisca, “quatro abraços por dia dão para sobreviver; oito ajudam a nos manter vivos; 12 fazem a vida prosperar”. Falando nisso, “vida nenhuma prospera se estiver pesada e intoxicada”. Já ouviu falar em toxinas da casa? Pois são: – objetos que você não usa, roupas que você não gosta ou não usa há um ano, coisas feias, coisas quebradas, lascadas ou rachadas – velhas cartas, bilhetes, plantas mortas ou doentes, recibos/jornais/revistas, antigos, remédios vencidos, meias velhas, furadas, – sapatos estragados… Ufa, que peso! “O que está fora está dentro e isso afeta a saúde”, aprendi com dona Francisca. “Saúde é o que interessa. O resto não tem pressa”!, ela diz, enquanto me ajuda a ‘destralhar’, ou liberar as tralhas da casa… O ‘destralhamento’ é a forma mais rápida de transformar a vida e ajuda as outras eventuais terapias. Com o destralhamento: A saúde melhora; A criatividade cresce; Os relacionamentos se aprimoram… ensina o feng shui, com a delicadeza própria das artes orientais. Para o feng shui, é comum se sentir: cansado, deprimido, desanimado, em um ambiente cheio de entulho, pois “existem fios invisíveis que nos ligam à tudo aquilo que possuímos”. Outros possíveis efeitos do acúmulo e da bagunça: sentir-se desorganizado, fracassado, limitado, aumento de peso, apegado ao passado… No porão e no sótão, as tralhas viram sobrecarga; na entrada, restringem o fluxo da vida; empilhadas no chão, nos puxam para baixo; acima de nós, são dores de cabeça; sob a cama, poluem o sono. Então… se dona Francisca falou e o feng shui concordou… nada de moleza! Oito horas, para trabalhar; oito horas, para descansar; oito horas, para se cuidar. Perguntinhas úteis na hora de destralhar-se: Por que estou guardando isso? Será que tem a ver comigo hoje? O que vou sentir ao me livrar disso? …e vá fazendo pilhas separadas… Para doar! Para vender! Para jogar fora! E depois de destralhar-se… Jogue sal grosso nos ralos, ponha um prato com carvão no quarto (tira os cheiros e as energias ruins); deixe um ramo de boldo em um copo d’água para purificar. Para destralhar ainda mais: livre-se de barulhos, das luzes fortes, das cores berrantes, dos odores químicos, dos revestimentos sintéticos…. e também… libere suas mágoas, pare de fumar, elimine ou pelo menos diminua o uso da carne, termine projetos inacabados. “Se deixas sair o que está em ti, o que deixas sair te salvará.. Se não deixas sair o que está em ti, o que não deixas sair te destruirá”,

terça-feira, 10 de julho de 2012

Ontem fui andar de bicicleta, visto que já não faço nada, NADA, de exercício físico há cerca de 2 anos, já devem imaginar como estou...empenada mesmo. Pois bem, alguém achou que eu tinha de me pôr em forma num só dia!!! 500metros depois já queria eu ir a pé e obrigaram-me a fazer 10 km! 10 km!!!! Conseguem imaginar o meu estado físico hoje???? Estou que não me aguento, quase que nem me consigo sentar e dói-me imenso um joelho...

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Sexta

Hoje é sexta feira e estou completamente KO! Tenho de acordar para a vida porque hoje ainda vou ter um jantar de aniversário de uma das minhas BFF e se lá chego com ar de quem foi atropelada por um comboio, ela no mínimo mata-me! Amanhã vai ser dia de praia, isto se o S.Pedro deixar claro. Vou adorar estar deitadinha na minha toalha, a ler um bom livro ou simplesmente a ouvir uma musiquinha enquanto vou dormindo a sestita, porque amanhã à noite vou ter outro aniversário de outra BFF. Ai vida agitada a minha.... Bom fim de semana para todos!

terça-feira, 3 de julho de 2012

Anti-crise

Hoje é um dia triste, mais uma amiga e colega de trabalho, que foi despedida. Já é a segunda em duas semanas. Estou cansada desta crise! A sério que estou, parece que as nossas vidas passaram a ser manipuladas, por esta epidemia. Ainda por cima tivemos conhecimento que mais duas empresas com quem trabalhávamos também pediram insolvência... Cheira-me que depois do Verão, subentenda-se, período de férias, as coisas piorem ainda mais. Receio que muitos trabalhadores tirem férias e quando regressarem ao posto de trabalho ele já não exista.